fbpx

Entre o querer ser e o crer que se é, vai a distância entre o sublime e o ridículo

Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Entre o querer ser e o crer que se é, vai a distância entre o sublime e o ridículo

Mais Publicações

Uncategorized

O SANTO É DE BARRO.

Calma com o andor, porque o santo é de barro.  O Prefeito Eduardo Paes convidou o escritor Ruy Castro para uma das reuniões com os

Quer aprender mais sobre política?

Conheça nosso curso.