fbpx

LULA VOLTOU SEM TER IDO. 

Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

06.09.2023

A revista VEJA da semana tem Lula na capa, curvado pelo peso da estrela do PT. A manchete é: “Carga Pesada”. A ilustração resume o blá,blá,blá da matéria assinada por Daniel Pereira. Ela é o enredo de um filme repetido: o Partido dos Trabalhadores está a correr atrás de carguinhos que paguem bem sem exigência de concurso, mérito e responsabilidade. 

Lula, o presidente de agora é o Lula de outrora, o Partido dos Trabalhadores também, os sindicatos, idem. Em setembro de 2003, quando completou nove meses na primeira passagem dele pela Presidência da República, Lula deu um recado aos sindicatos, num discurso que fez em São Bernardo do Campo. Ele vociferou: “A CUT não está no governo como apêndice. A CUT está no governo como força determinante do que o governo pode fazer. A CUT tem que ter a consciência de que pelo menos um terço do governo é de ex-dirigentes da CUT. A CUT é uma das razões da minha chegada à Presidência.” Em pauta, a fome da CUT e da Força Sindical por cargos no governo. Lula toureou e depois cedeu. 

O trecho do discurso está em uma matéria publicada pela Revista Conjuntura Econômica, em setembro de 2003, que eu guardo nos meus arquivos. Lula está na capa em posição de aplauso encabeçando a manchete: “A República Sindicalista do Brasil”, matéria assinada pelo jornalista Vitor Nuzzi, de quem li “Geraldo Vandré, uma canção interrompida”, uma leitura, sem dúvida, mais agradável do que a matéria feita por ele para a Conjuntura. 

Lula este mês completou nove meses à frente do governo, onde está pela terceira vez. Surge, então, a Revista VEJA com a ganância do PT. Santo Deus! O Pregador tem razão: “O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol.” (Livro de Eclesiastes – 1:9). 

Como estou a tratar de capas e matérias sobre Lula, eu relembro a de novembro de 2006, da VEJA, momento em que o presidente foi reeleito pela decisão soberana do povo: “A ÚLTIMA CHANCE. O PRIMEIRO MANDATO DE LULA FOI PÍFIO E AGORA ELE TEM MAIS 4 ANOS PARA DEIXAR UM LEGADO DE GRANDEZA”. Deixou Dilma Rousseff, que o povo reelegeu 4 anos depois. 

Não é de se perguntar? Por que diabos colocaram o cara lá, novamente? 

No endereço: www.youtube.aquitudoepolitica.com.br eu estico essa conversa. Ando precisando de inscritos no canal. 

Mais Publicações

Cometário rápido

A DEMOCRACIA E O GOLPE. 

Carnaval de 2024.  O último capítulo do livro “Sexta-feira, 13 – os últimos dias do governo João Goulart”, o autor Abelardo Jurema, Ministro da Justiça

Livros

“Sexta-Feira, 13…”

14 de fevereiro de 2024.  “Passado o episódio do Estado de Sítio, parecia que o Presidente João Goulart iria nortear o seu Governo mais para

Quer aprender mais sobre política?

Conheça nosso curso.