fbpx

No meio do caminho teve um feriado

Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Nelson Motta confirma, oito anos depois, que a decisão do Sérgio Cabral Filho de decretar feriado na véspera da eleição para eleger Eduardo Paes deu certo. O fato está de passagem no artigo  “Na era da pós-verdade” publicado pelo Nelson no Caderno Eleições 2016, da edição do jornal O Globo de segunda-feira (10/10):

“Em 2008, fiz campanha para Fernando Gabeira, até  pedi votos na televisão. Heroica e milagrosamente, ele foi ao segundo turno e, certo da vitória, fui viajar com minhas filhas. Não votamos no segundo turno, e Eduardo Paes ganhou por 50 mil votos” – (Para ampliar, clique na imagem).

1010-oglobonelsonmotta-feriado

Mas, para dar certo, a estratégia aplicada pelo governador Sérgio Cabral Filho precisou de uma mãozinha do candidato que ele derrotou. O último programa de TV do Fernando Gabeira, nos momentos finais da campanha, apresentou uma pesquisa que garantia a vitória dele. Deu no que deu.

Com certeza, ao apresentar o resultado da pesquisa no último programa, a equipe do Fernando Gabeira pensou conquistar o voto dos eleitores “oportunistas”, gente que não quer perder o voto e, por isso, escolhe o vencedor. Uma classificação da turma do marketing eleitoral, que não provou ser verdade.

Na mesma edição de O Globo, pouco abaixo do artigo de Nelson Motta, o repórter Marlen Couto encaixou sobre o tema, o texto: “Folga de Alto Risco – Feriado no meio do caminho para as urnas”. Reproduzo aqui, pelo valor que tem ele como elemento de estudo para a formulação de estratégias para as campanhas:

1010-oglobomarlencouto-feriado

Por Jackson Vasconcelos

Mais Publicações

Uncategorized

O SANTO É DE BARRO.

Calma com o andor, porque o santo é de barro.  O Prefeito Eduardo Paes convidou o escritor Ruy Castro para uma das reuniões com os

Quer aprender mais sobre política?

Conheça nosso curso.